"De maneira mais genérica, uma criatura onisciente nunca perderia seu tempo vendo um filme, uma vez que já conhece o final. Não existe cinema para Deus. E, por conseguinte, ele, que não obstante sabe tudo, não sabe o que está perdendo..."

Ollivier Pourriol, no livro Cine Filô.

Comentários da Cristina Faraon

Blá...blá... blá...

Foi Apenas um Sonho

segunda-feira, 30 de novembro de 2009



Não é um filme que passou um dia desses mas resolvi postar aqui porque assisti e DVD e trate-se simplesmente de um filmaço.

Leonardo di Caprio mostra tudo o que  os galanzinhos das adolescentes gostariam de ser: atores de verdade. Ele é demais, ele arrasa, é um grande ator, assim como a Kate Winslet. Eu já sabia disso, claro, mas de vez em quando a gente corre o risco de esquecer.

Grandes atores geralmente a gente reconhece desde cedo. Ele já era maravilhoso lá por volta dos 13 anos, quando o vi atuar pela primeira vez. O filme era Despertar de um Homem - filmaço!!!!  onde ele contracenava com De Niro.  A primeira vez que vi Kate e entendi que ali estava uma deusa das telas foi no maravilhoso filme Almas Gêmeas.   I-nes-que-cí-vel. Ela também era uma adolescente.

Quem é, já nasce feito...

Foi Apenas Um Sonho é um tremendo drama, desses que a gente se envolve por inteiro.  Acho meio difícil de senti-lo todo se você tem menos de trinta anos mas tudo bem, assista. Mas se você já viu seu trem da vida passar batido em algumas estações ... você vai entender.

A atuação do casal é intensa e irretocável. Você sente o sufôco que é tentai sair da zona de conforto enquanto é tempo; o desespero que é sentir que aquela é talvez a última chance de sentir o doce gosto  do "tudo-é-possível" da juventude. Isso é uma coisa que acaba e depois ... Como é assustador o vazio absoluto!

Às vezes é impossível levar adiante a vida depois de um sonho que acaba. É como ficar tetraplégico. Uns conseguem continuar, outros não. Quando uma pessoa não consegue seguir adiante nem permanecer... o impasse dita as normas.

3 comentários:

Rafael Faraon 30 de novembro de 2009 10:31  

Assiste esse filme recentemente e Talvez por eu ter menos de 30 (pelo menos até o mês que vem), não o tenha entendido por completo, a verdade é que não gosto de filmes com mulheres infelizes sem razão aparente, como em o vento levou... Neste caso é até pior que o clássico já que a infeliz ainda é suicída.

Posso ser um insensível, mas não gosto de suicidas.

Aliás o único filme "suicída" que achei bacana e nos faz pensar na vida é Virgens Suicídas, já assistiu?

lalinhatroccoli 30 de novembro de 2009 14:47  

poxa..eu tava lendo e pensei "vou ver agoooooooooora" já q tenho este dvd aqui mas ainda n vi..
daí o rafa estraga tudo dizendo q a mulher é suicída...
poxa..perdeu a graça, já sei o final!
arrasada!=[

Cristina F. 31 de janeiro de 2010 18:09  

Suicida não é só quem se suicida mas também quem tenta ou quem tem atitudes suicidas. Pensando nisso... assista! Ninguém contou o final.

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP