"De maneira mais genérica, uma criatura onisciente nunca perderia seu tempo vendo um filme, uma vez que já conhece o final. Não existe cinema para Deus. E, por conseguinte, ele, que não obstante sabe tudo, não sabe o que está perdendo..."

Ollivier Pourriol, no livro Cine Filô.

Comentários da Cristina Faraon

Blá...blá... blá...

Piratas do Caribe - Navegando em Águas Misteriosas

terça-feira, 7 de junho de 2011

Sem novidades. Mas e daí?  No comentário ao filme anterior eu já falei sobre "o truque das imagens hipnotizantes", que nos prendem na tela e a gente nem liga para o roteiro em si. Pois aconteceu de novo e continuará a acontecer enquanto der certo.

A estória? Uma bobagenzinha manjada a respeito de encontrar a fonte da juventude. Ai meu Deus, já vi isso em dezenas de filmes! Na era jurássica os dinossauros já procuraram essa fonte - e não encontraram.  Ah, mas e quem liga para a estória quando está diante de efeitos especiais lindos em três dimensões? Agora comigo é assim: só quero assistir filmes em 3D! Porque se não for bom a gente nem nota.

Não tem jeito: o charme, o atrativo e agraça do filme estão em Johnny Depp, muito bem encaixado na carcaça do Capitão Jack Sparrow. Ele é absolutamente cativante  não sei bem por quê, mas possui um cinismo bem humorado e um charme único, copiado de ninguém. Os outros atores também são ótimos - Geoffrey Rush, por exemplo -  mas não adianta: Johnny Depp ofusca todo mundo.

Pegue seu "oclinhos", seu saco de pipocas e vá ver em 3 D.  Coloque em seu quarto o cartaz do filme com a figuraça do Capitão Jack Sparrow e depois escreva uma crítica derrubando tudo. É isso aí.

1 comentários:

Eduardo Marculino 8 de junho de 2011 11:38  

Parabéns pelo blog...voltarei outras vezes....abraços

  © Free Blogger Templates Columnus by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP